SEÇÃO DE CARTAS

- Manu, eu acho que não foi homenagem, não, hein? Tá mais pra cópia mesmo... (comentário em 'Alhos e bugalhos', 7/11)

- Nada disso, dona Alana. Você só precisa ter sua personalidade adequada ao estilo em uso (leia-se: determinado sem nenhuma razão de ser) se quiser. Aliás, gente, a Alana está de blog novo - cliquem no nome dela para ler. (comentário em 'O diabo veste grife (qualquer uma)', 3/11)

- Philio, você está certíssima. O novo Hairspray - Em Busca da Fama (2007) é uma adaptação de um musical da Broadway que, por sua vez, é uma versão do filme Hairspray - E Éramos Todos Jovens, dirigido por John Waters em 1988. (comentário em 'Você não pode impedir o ritmo', 1/11)

DISNEY GIRLS

Aline me disse hoje que não gostou muito da visão diferente da animação Deu a Louca na Cinderela, que está em cartaz nos cinemas. Esta aqui embaixo é melhor, não é não?

São as "Disney Girls" vistas como pin-ups por Mimi-Na. Há outras no site:


Ariel, de A Pequena Sereia


Jane, de Tarzan


Jasmine, de Aladdin


Mulan, de Mulan


Aurora, de A Bela Adormecida

Há outras, ainda, e as imagens também estão disponíveis em tamanho maior. Muito bonitinhas!

CRÍTICA/ INVASORES

 

Oliver Hirschbiegel não é o primeiro e nem será o último diretor de fora dos Estados Unidos a estrear em Hollywood e ver o estúdio meter a mão em seu trabalho para modificá-lo. O alemão do excelente A Queda! - As Últimas Horas de Hitler (2006) foi convidado a dirigir seu primeiro filme americano, mas a Warner não gostou do resultado final de Invasores (The Invasion, Estados Unidos, 2007): achou que faltava mais ação.

 

Os irmãos Wachowski foram, então, convocados pelo produtor Joel Silver para reescreverem algumas cenas, dirigidas por James McTeigue (de V de Vingança, 2005). O que terá sido? Pelo motivo da intervenção, devem ser as cenas de ação, em contraposição ao suspense que dá o tom na maior parte do filme. Muito significativo: o suspense é o que há de melhor, e as cenas de ação são bem dispensáveis.

 

A quarta versão do livro de Jack Finney não se compara às duas primeiras - o filme B de Don Siegel, de 1956, Vampiros de Almas, e o asfixiante Invasores de Corpos, que Philip Kaufman dirigiu em 1978. Agora, os seres humanos não são substituídos por cópias que querem controlar o planeta aos poucos. A história mostra um vírus alienígena que começa a mudar o comportamento da população, tirando sua humanidade. Uma psicóloga (Nicole Kidman) começa a perceber isso e tenta salvar seu filho antes que ela mesma seja transformada.

 

Sem emoções, não há amor e nem ódio. O filme aproveita bem isso, ao mostrar que o mundo sob a orientação dos infectados começa a se dirigir para a paz - uma cena mostra até Bush e Chavez juntos. Há um tênue questionamento sobre se este seria o melhor caminho, mas o filme não avança nisso. O clímax e a resolução final são muito apressadas.

 

É preciso esperar uma “versão do diretor” em DVD para saber se há um filme melhor escondido nesse que está nos cinemas.

 

Invasores.. (The Invasion). Estados Unidos, 2007.  ***  Direção: Oliver Hirschbiegel. Elenco: Nicole Kidman, Daniel Craig, Jeremy Northam, Jackson Bond, Jeffrey Wright, Veronica Cartwright.

MIMZY - A CHAVE DO UNIVERSO

 

Mimzy – A Chave do Universo. The Last Mimzy. Estados Unidos, 2007.  ***½  Direção: Robert Shaye. Elenco: Chris O’Neil, Rhiannon Leigh Wryn, Joely Richardson, Timothy Hutton, Michael Clarke Duncan. Dois irmãos desenvolvem poderes estranhos após encontrarem uma caixa de brinquedos  um coelho de pelúcia, e envolvem os incrédulos pais e seu professor numa aventura misteriosa. Aventura infanto-juvenil bem cuidada, com um bom elenco e uma atriz mirim (Rhiannon) que cativa e rouba a cena.

[ ver mensagens anteriores ]